terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Hiperemese gravídica - aconteceu comigo

Oi meninas!

Faz tempo que eu vinha pensando em fazer um post sobre hiperemese gravídica, mas como não é um assunto  assim legal e agradável eu sempre deixei para outro dia, mesmo porque não é sempre que gosto de pensar nele.

Mas com a notícia que Kate Middleton está passando por isso, não pude me calar rs

Todo mundo associa gravidez  a enjoos, vômitos, náuseas como algo normal, tipo vem no combo gravidez. Acontece que infelizmente para poucas, pouquíssimas mulheres isso passa do normal, e aconteceu com a bela que vos escreve.

Quero deixar aqui minha experiência por duas razões, a primeira delas é que se um dia eu tiver coragem de engravidar de novo, vou ler esse post e arrumar forças para acreditar que vai passar, e em segundo lugar porque não encontrei nenhum relato de caso na internet quando procurei, assim se eu não estivesse no banheiro, ou no hospital eu estava no google procurando alguma noticia de alguém nesse mundo que tivesse passado por aquilo.

As informações que encontrei eram muito médicas, iguais essas que estão sendo noticiadas explicando o que está acontecendo com a duquesa, garanto a vocês que quem passa por isso não se contenta com essas informações tão frias e distantes do verdadeira sofrimento que é a hiperemese gravídica.

Eu descobri minha gravidez no dia que minha menstruação deveria ter vindo, dia 16/06/09, no dia 23/06/09 olhei para o ralo da pia e vomitei, achei que fosse normal, no outro dia aconteceu de novo e no outro por 3 vezes, no outro 5 vezes e assim foram até chegar a 20, 30 vezes em um dia.

Minha mãe sempre dizia que eu sou filha única porque a gravidez dela foi horrível que ela tinha perdido 10kg, vomitado horrores etc. Não sei como eu uma pessoa tão encanada com tudo nunca pensei que isso podia ser  hereditário e que comigo seria assim.

Enfim perdi 1,5 kg em menos de uma semana, percebi que tinha algo a mais que simples enjoos matinais, e entrei em contato com a médica, ela no inicio prescreveu medicação intravenosa para que eu tomasse no pronto atendimento, mas não adiantava nada, o soro de um lado e eu vomitando do outro...

Então começaram as internações, mas eu acreditava que aqueles medicamentos iam me fazer parar de vomitar, na época eu faria qualquer coisa por um período do dia sem vômitos, e assim passaram 54 dias da minha cama para a cama do hospital, foram 3 internações, a mais longa de 5 dias, perdi as contas de quantas vezes fui ao PA tomar plasil+ glicose, e nada me fazia parar de vomitar.

Foi um período terrível, em que eu via as outras grávidas tirando foto da barriga, pesquisando sobre o desenvolvimento do bebê, enxoval e a unica coisa com que eu conseguia sonhar era poder sair para qualquer lugar sem vomitar

Eu tinha esperança que ia passar de um dia para o outro, mas isso nunca aconteceu,  completando 15 semanas eu já estava ótima, vomitava apenas 3 vezes por dia, ou seja podia sair de casa, e assim os vômitos foram se espaçando, o último foi num domingo anoite e meu bebê nasceu no outro dia atarde.

No meu resumo geral, foram 11kg a menos, os braços roxos igual de quem se droga de tantas picadas para o soro, (é super difícil encontrar veia em quem está desidratada), uma médica muito dedicada,  muito carinho, alguns desaforos dizendo que eu tinha frescura, muito choro, muita fé e como recompensa um filho lindo.

O que eu diria para quem está passando por isso ou a mim mesma no futuro.

- esteja com um médico que entenda o seu problema e que seja disponível, porque uma grávida com hiperemese exige muito, muito mesmo do obstetra.  A minha médica foi fantástica embora ela não tivesse como me prescrever algo que cessasse os vômitos ela prontamente me medicava para aliviar os efeitos.

- o soro não acaba com os vômitos, mas ele salva da desidratação. A sede é um dos sintomas mais terríveis  eu dormia e sonhava com uma garrafinha de água, porque era tomar um gole de água e vomitar  1 litro em seguida.

-não adianta se forçar a comer, porque comer e vomitar e pior que não comer.

-após os vômitos tente tomar um gole de Gatorade, ele dá uma aliviada na desidratação.

-mande pastar ou para onde você tiver vontade, quem te dizer que isso é frescura, que ela mesma ou outra pessoa tiveram 20 filhos e nunca vomitaram, seja mau educada mesmo e afaste de você essas pessoas que eu nem consigo nominar, mas que existem e insistem em piorar o que já está péssimo.

-não se aventure com medicamentos não seguros, quem passa por isso topa qualquer coisa para acabar com o sofrimento, mas lembre se sempre que a gravidez dura nove meses e a vida de um filho é para sempre.

-peça ao médico que lhe de remédios para dormir, horas de sono fazem muita diferença.

-afasta-se do que te deprime.

-tenha sempre em mente que aquilo vai passar e o seu filho será a maior recompensa por tudo aquilo.

-os litros de plasil fazem um efeito enorme na amamentação, tomei mais de 40 vidros em gotas, fora os que estavam no soro e o resultado foram peitos com muito leite, muito mesmo, se eu fosse uma vaca certamente seria premiada rs

-enfim o mais difícil de acreditar é que vai passar e vai passar se você procurar ajuda médica e aguentar o tranco

Enfim essa foi a pior parte da minha gravidez, quando eu estava com 21 semanas e começava a voltar a vida normal tive apendicite mas isso é assunto para outro post rs

Será que com tudo isso vou ter coragem de ter o segundo????

A resposta antes era NÃO, atualmente é não sei, vamos ver rs

Bjus

22 comentários:

  1. Nossa Cá.....não falo NUNCA que é frescura, porque sei de algumas pessoas que passaram por isso...não tive nada de enjoos graças a Deus, vomitei 1 vez na minha gravidez mas pq comi metade de uma assadeira de torta de frango....hahahaha.....mas fora isso,foi tudo muito trankilo e tenho dó pq a pessoa nem consegue curtir a gestação né.....bjos! Samanta

    ResponderExcluir
  2. Finalmente...Após 33 anos, descobri o que quase me matou nas duas vezes que fiquei grávida dos meus filhos (um rapaz de 33 anos e uma moça de 30).Eu vomitei até o fim das gestações, nada dava jeito. Passei de 63 kg para 48, 49 kg. Se não tivesse tido ajuda médica, acredito que poderia ter entrando num caso complicado de sobrevivência. Ainda bem que minha família não achava que era frescura minha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz em saber que ainda assim vc teve dois filhos, isso me encoraja rs sua filha jã e mãe? Investigando melhor minha família descobri que minha avo materna viveu isso nas suas 8 gestações, mas antes dela não havia nenhum caso na família, minha mãe quando ficou gravida de mim e eu já são 3 gerações e como eu tenho um menino acaba por aqui! Bjus

      Excluir
  3. Samantha agradeça mesmo a Deus, imagino que uma gravidez tranquila deva ser um presentão!

    ResponderExcluir
  4. Cá sua resposta é simmm...você é mais que vitoriosa mulher!!!
    Queremos uma japinha agora, hahaha.
    Bjos.
    Pam.

    ResponderExcluir
  5. Oi Carina, nem sabia o nome disso!
    Seu blog tá muito informativo!
    Vai dar tudo certo, tenho certeza!
    Espero que logo você fique bem!
    Beijos!

    www.mamaenadia.com
    www.asosmamaenadia.com

    ResponderExcluir
  6. Oi Carina fiquei muito aliviada em ler esse seu post,nossa vc está descrevendo exatamente o que estou passando...to na minha segunda gestação,a primeira tive muitos enjôos mas não como essa.Estou arrasada psicologicamente,afastada do meu emprego e muito mal em achar que realmente iria ter uma linda gravidez e estou mais parecendo Bella de crepúsculo!!Tenho fé em Deus que vai passar não aguento mais tô quase numa depressão... e tô louquinha pra ver a carinha do meu bb!!Obrigada pelas palavras realmente as pessoas tratam isso como frescura ou exagero e os diagnósticos médicos são frios.
    bjO
    Katarina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Katarina
      Tudo isso vai passar, volte aqui para contar como foi o nascimento do seu bebê
      Bjus

      Excluir
  7. Oi minha querida, passando pra te desejar um lindo Final de Ano, com amor, paz e saúde.

    Mil beijos,
    Genis
    http://mamaegenis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Katarina ainda bem que foi na segunda gestação, senão vc ficaria desanimada do segundinho rs
    Isso tira o animo mesmo, venha depois nos contar como foi que vc retomou sua rotina, pq isso passa, demora mais passa
    Bjus

    ResponderExcluir
  9. Olá. Estou com 15 semanas de gestação, tenho 40 anos e esse é meu terceiro filho, nas duas primeiras gestações (2 meninos de 17 e 18 anos)não tive absolutamente nada. Essa gravidez tem sido desejada a 4 anos, e depois de 2 abortos e vários tratamentos de fertilidade e IAs, enfim estou grávida. A surpresa veio com a hiperemese que veio se instalando aos poucos. Os enjoos foram piorando até chegar ao ponto de não conseguir mais comer nada sem vomitar muito. Entrando e saindo do PA e tomando plasil diariamente, confesso que é bastante desanimador. Meu único consolo é esperar um bb sadio no fim dessa gestação. E para conseguir passar por essa fase conto muito com minha família, por eles eu passaria todo o tempo na cama e quando não estivesse vomitando, estaria comendo..... Bom saber que a gente sobrevive a isso! Uma boa semana para vc. Néia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Néia volte pra contar como foi até o final da gestação, desejo que essas lembranças desse mau estar logo seja apagada pelo nascimento do seu bebê
      Bjus

      Excluir
  10. Oi Cá!! Nossa que bom saber que não estou sozinha... (MOdo de falar, pois sei que Deus é comigo!!) Mas, conforta em saber que existem mulheres que passam pelo mesmo problema.
    Não consigo me sentir feliz com a gravidez, estou de 12 semanas e 6 dias, mas tudo o que peço é pra Deus me ajudar a parar de vomitar. Perdi 5 kg, e já não me sinto bonita em vestir as roupas, pois todas estão largas. Mas isso é o d-. O que piora é a indisposição, a frustração e os pensamentos péssimos que vem por causa desse estado. Meu maior desejo é poder curtir essa gravidez, mas isso no momento não está acontecendo por causa do mal estar. Passo vontade de comer as coisas, e meu maior desejo é beber 1 litro de água super gelada, com pedrinhas de gelo. Mas líquidos me faz vomitar mais ainda.Obrigada a todas vcs meninas pelos depoimentos, ao menos agora sei que alguém me intende.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Rebecah infelizmente sei exatamente tudo o que vc esta passando, a boa noticia é que vai passar, volte aqui para contar como foi sua gestação e quando vc passou a se sentir melhor bjus

      Excluir
  11. Oi Carina, eu tenho hiperemese tbm mas tenho um sintoma que não vi nenhuma de vcs falaremalé dos vomitos, é que eu tenho excesso de salivação, e a saliva tem um gosto péssimo e não consigo nem engolir, por isso fico com um balde ao lado da cama pra cuspir o dia inteiro... Queria muito poder beber agua e não consigo pq me faz vomitar mais ainda! estou de 17 semanas do meu segundo filho, vomito o dia todo e tenho medo de comer, não consigo fazer nada, minha pressão cai é terrível, mas o que mais me incomoda são s cuspes, não saio decasa e qdo saio tenho que sair com toalhas pra babar nelas, sinto nojo e contrangimento...na minha primeira gestação eu tive tbm, mas resolvi ter outro pq me diziam que uma gravidez é diferente da outra e que nessa eu poderia nem sentir nada, bom esttou assim desde dia 12 de maio de 2013.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Juliana não sei se o que vou te falar vai ajudar, mas refletindo sobre seu comentário lembrei que eu também tinha esse sintoma, eu também ficava com um balde ou uma toalha por causa dos cuspes, mas os vômitos logo fizeram isso parar de ser incomodo pra mim, pra mim cuspir era nojento, mas vomitar era devastador acho que por isso esqueci desse fato. Mas de qualquer maneira é horrível acho que vc está prestes a ter um alivio e quem sabe ficar bem pelo tempo de gestação. Fique com Deus e volte para contar como está passando Bjus

      Excluir
    2. Oi Carina, olha eu aqui de novo, estou com 28 semanas e continuo do mesmo jeito, é bem verdade que os vômitos melhoraram muito, porém a salivação continua a mesma,vou ganhar bb em Dezembro e já perdi a esperança disso passar, Já me conformei em ficar assim até o final :(

      Excluir
    3. Oi Carina, olha eu aqui de novo, estou com 28 semanas e continuo do mesmo jeito, é bem verdade que os vômitos melhoraram muito, porém a salivação continua a mesma,vou ganhar bb em Dezembro e já perdi a esperança disso passar, Já me conformei em ficar assim até o final :(

      Excluir
  12. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  13. Oi Carina...gostei muito de ler teu post, apesar do assunto não ser nada bom. Estou na minha segunda gestaçãoe na primeira vomitei direto até o 4º mês, mas não lembro de ter sido tão difícil como está sendo essa gestação. Também estou com hiperêmese gravídica e conto os minutos para que melhore. Apesar de estar me sentindo horrível e passando os dias na cama, tomando soro toda semana, não cheguei a emagrecer, nem precisei ficar internada ainda, mas meus sintomas também são devastadores, mal consigo levantar, para tomar banho preciso sentar, porque não tenho forças para ficar em pé, Não tem nada que eu queira comer e quando penso em algo, morro de medo, pois fico imaginando a sensação de vomitar aquilo. A médica me receitou um remédio fortíssimo, Vonau, não tira as náuseas, mas segura o vômito, mesmo sentindo muito mal estar, ele faz com que eu aguente e vomite menos, consequentemente não sai tudo que comi. Me sinto uma doente, sem condições de fazer as coisas mínimas, e as pessoas te olham de uma forma como se fosse realmente frescura. Enfim, não desejo isso pra ninguém, é pra ser um momento mágico, e mal conseguimos pensar em alguma coisa a não ser vomitar e dormir, para os dias passarem mais rápido. E eu tenho muito pela frente, estou apenas com 9 semanas...Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Nossa Roberta eu to pensando na segunda gravidez e pelo visto a coisa se repete mesmo :(
    Eu pedi pra minha médica deixar eu tomar Vonau tbém, mas ela foi contra, na epoca era meio lançamento, ela disse que hoje ela deixaria, ele é minha esperança.
    Essa sensação de estar doente é realmente o traço caracteristico da hiperemese. Mas vc já sabe que vai passar e que a recompensa será um lindo bebê
    Alias qual o sexo do seu primeiro filho, sei lá porque estou associando a hiperemese a gestação de menino...
    Bjus

    ResponderExcluir
  15. Ola, parece ser muito estranho um homem comentando essa publicação rsrsr, mas o fato é que minha esposa ta grávida de gemeos e está passando por esse problema, e pra completar ainda teve um trombo na perna, estamos passando por momentos difíceis, mas creio que vai dar tudo certo com a Graça de Deus.

    ResponderExcluir

Conversa comigo!